(51) 3597.1260 / (51) 3597.2654

Notícias

Tijolos cerâmicos, por que escolher?

Existem dois tipos principais de tijolos cerâmicos: o tijolinho e o bloco. O primeiro é conhecido por ser usado de maneira aparente e além de ser funcional para edificar a obra, também é uma ótima escolha para deixar visível, como é o caso do tijolo a vista aparente, que é muito utilizado na decoração. O único ponto negativo de usar esse item como material principal da obra é o custo que pode ser mais elevado. Já o bloco cerâmico é um dos itens mais utilizados para erguer as paredes de alvenaria e existem variações em relação ao número de furos e tamanhos, sendo que os maiores são indicados para estruturas maiores. Maciço: peça que possui estrutura toda composta pelo material de confecção. Ou seja, não há orifícios na composição da peça. A vantagem da peça maciça é que este modelo torna-se uma excelente escolha para isolamento térmico e acústico por ter uma composição inteiriça. Baiano: a versão também conhecida como bloco, tem sido uma das mais utilizadas nas construções de casas. E isso porque a peça com furos é maior e faz a obra render mais, além de economizar mais no uso de argamassa por conta das ranhuras que dão mais aderência. O número de furos resulta também no tamanho do tijolo, e quanto mais orifícios, maior será a peça. A indicação de uso fica restrita ao alicerce, já que os furos deixam a peça mais leve e consequentemente menos resiste para a fundação do lar, porém é bastante eficiente para paredes. Fonte: Casa e construção

Compartilhe
Voltar para notícias
2019 © Cerâmica Ritter.
Desenvolvido por UnionCom.